Indo direto ao ponto, este é o Profissional responsável pela oficialização do casamento. Pode ter vinculo religioso ou não e geralmente atua fora de um templo religioso, de uma igreja, ou seja no local da festa de casamento.

A cerimônia de casamento, é o momento em que os noivos trocam as alianças, fazem seus votos, contam sua história e dividem a hora do sim, na presença de seus familiares e amigos. O Celebrante, é o mestre que dirige este ato, tornando a união dos dois oficial.

Por ser um profissional com experiência na arte das apresentações, pode contribuir em muito, dando um toque personalizado ao casamento e mesmo que seja informal, por ser no ambiente da festa, transmite a seriedade que o ato exige, mas imprimindo leveza e emoção a cerimônia.

Não confundir celebrante com a cerimonialistas, pois seus papeis são bem diferentes. A cerimonialista atua no planejamento, na assessoria para a festa completa, desde a recepção, até o encerramento. O celebrante é o que conduz a cerimônia do casamento, dentro da festa, geralmente abrindo a festividade. Os dois trabalham em conjunto neste momento.

Os noivos que estão em busca de um profissional capaz de realizar sua cerimônia de forma leve, divertida e personalizada, precisam contratar um celebrante, que vai deixar o momento ainda mais especial e inesquecível para anfitriões e convidados.

Celebrante assume o seu lugar, vai começar…

Quando o celebrante assume o seu lugar junto a mesa, o altar ou aparador, a frente dos convidados, é capaz de transmitir ao público, mesmo antes de pronunciar as primeiras palavras, a mensagem de que o casamento vai começar. As conversas silenciam, a expectativa aumenta e a emoção se manifesta.

Celebrante profissional de casamento, neste momento não é o Padre, o Pastor, Rabino ou o Juiz de Paz, mesmo que tenha também esta atuação em paralelo, no dia a dia ou já tenha desempenhado estas funções.  Quando é um profissional com anos de atuação, nem os convidados mais experimentados em vários casamentos conseguem identificar a diferença, apenas sentem algo muito especial e além do que estava acostumado a ouvir.

O estilo da cerimônia é definida, em conjunto com os noivos e leva em conta a preferencia de quem está casando, valorizando a história de como se conheceram e é centralizada no amor dos dois e no valor do casamento.

Quando um celebrante profissional de casamento é também um ministro religioso (padre, pastor, rabino, juiz de paz por exemplo), tem a prerrogativa por lei de realizar também o casamento civil no mesmo ato, no local da festa.

Este é o profissional que é mais procurado por noivos que desejam casar fora da igreja e do cartório em um local especial, no mesmo ambiente em que acontecerá a festa, mas não abrem mão de uma cerimônia oficial e com validade civil.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

× Como posso te ajudar?